Detalhes

Bíblia, Escola Sabatina
1 ano atrás

Motivação
A maioria da população mundial dirige do lado direito da pista. Em países como Reino Unido, Índia, Austrália e Bermudas, dirige-se do lado esquerdo.
Um amigo meu viajou para a Inglaterra e alugou um carro para se deslocar. Depois de percorrer uma distância, ele não conseguiu se adaptar, quase provocou um acidente.
Ele não se adaptou pelas seguintes razões:

  1.  Não estava familiarizado com os sinais de trânsito;
  2. Não conseguiu se adaptar a essa nova posição no carro em que o volante é do lado direito;
  3. Escolheu um carro mecânico e não automático, assim lhe era difícil fazer as trocas de marcha;
  4. Na hora de ultrapassar, ele não sabia se devia ultrapassar pela direita ou pela esquerda.

Foi um momento crítico para o meu amigo. Ele não avançou mais e desistiu, porque não conseguiu se adaptar a essa mudança. Teve que ligar para a empresa ir pegar o carro. Nesta semana, estudaremos a vida de Filipe e as mudanças que a Igreja em Jerusalém experimentou.
Foco: Mostrar que o ministério de Filipe ocorreu num momento crítico para a igreja primitiva, em que começou a ser revelado o poder do evangelho para alcançar todas as pessoas. Era hora de um ajuste radical para a igreja, uma vez que as boas-novas, pela primeira vez, ultrapassaram Jerusalém e Israel para ir, como Jesus havia predito, até os confins da terra.
Compreensão:
I. Filipe e sua missão interna na igreja
Pergunta 1 – Quem era Filipe e qual foi sua primeira missão?
Filipe era um nome grego popular, e significa “amigo de cavalos”. Existiram dois Filipes no NT, o primeiro, Filipe de Betsaida, foi um discípulo que teve papel ativo em conduzir Natanael a Jesus (João 1:43-46). Posteriormente, ele trouxe os gregos a Jesus (João 12:20, 21). O segundo Filipe foi denominado “o evangelista” em Atos 21:8 para distingui-lo do discípulo que tinha o mesmo nome.
Foi Filipe quem pregou o evangelho aos samaritanos; foi Filipe quem teve a coragem de batizar o eunuco etíope.
Houve tensão entre os crentes de linhagem hebraica e os de linhagem grega,
pois os últimos se consideraram injustiçados na distribuição de alimentos às
suas viúvas. A igreja então elegeu o grupo dos sete diáconos para cuidar
dessa tarefa, entre os quais estava Filipe.

II. Filipe e sua missão externa
Pergunta 2 – Como mudou a missão de Filipe depois da perseguição?
A violenta perseguição de Saulo, o fariseu, havia dispersado a igreja de Jerusalém e destruído a eficácia da organização dos sete diáconos. A fuga de Jerusalém havia levado Filipe a mudar sua maneira de trabalhar.
Depois ele foi proclamar que o Messias, aguardado tanto por judeus quanto por samaritanos, tinha vindo (At 8:5, 12).
Pergunta 3 – Como foi conduzido e que método Filipe usou para evangelizar o etíope?
– Um anjo do Senhor falou (Atos 8:26);
– Usou o método do estudo bíblico (Atos 8:31).
Pergunta 4 – Porque Filipe é conhecido como evangelista?
Atos 8:40 – O verso diz que Filipe foi evangelizando todas as cidades desde Azoto até Cesareia.
Além disso, ele teve um lar exemplar. Suas 4 filhas tinham o dom de profecia (Atos 21:7-10).
Aplicação:
Que “etíopes” devem ser alcançados hoje pelo evangelho?

Criatividade: Existem grupos específicos, como os cegos, surdos, ciganos, etc. O que podemos fazer por alcançar esses grupos específicos. Para isso precisamos de Filipes que, guiados pelo Espírito de Deus, possam identificar e atender a esse grupo de pessoas para que o evangelho chegue ate os confins da terra.