Detalhes

Bíblia, Escola Sabatina
1 ano atrás

Motivação
Sendo um famoso escritor e erudito, C. S. Lewis tinha uma agenda extremamente cheia. Mas, a despeito das intensas demandas de seu tempo, ele respondia pessoalmente e, na maior parte das vezes, à mão, milhares de cartas que recebia, vindas do mundo todo. Ele orava pelas pessoas que lhe escreviam, muitas das quais nunca havia conhecido, e até enviava dinheiro aos que estavam passando necessidades. As pessoas às vezes simplesmente iam até sua casa, e ele as convidava a entrar e lhes servia alguma coisa. Ajudava a sustentar alunos que não podiam pagar os estudos e abria sua casa às crianças necessitadas. Por três meses, ele hospedou em casa um adolescente com deficiência mental e o ensinou a ler. Ali estava um homem que lecionava para os melhores alunos do mundo nas universidades de Oxford e Cambridge, e que escrevia poderosas obras apologéticas em defesa do cristianismo, porém sabia que, ao seguir Jesus, precisava amar não só por palavras, mas por atos.
Foco: Saber que, como embaixadores de Cristo, somos chamados para uma missão ampla, que toque a vida das pessoas, aqui e agora, mas que também as conduza à vida eterna.

Compreensão:
I. Missão universal de Jesus
Pergunta 1: Como o profeta Isaías descreve a Missão de Jesus?
(Is 42:1, 6, 7, NVI) “Eis o Meu servo, a quem sustento, o Meu escolhido, em quem tenho prazer. Porei nEle o Meu Espírito, e Ele trará justiça às nações. […] Eu, o Senhor, O chamei para justiça; segurarei firme a Sua mão. Eu O guardarei e farei de Você um mediador para o povo e uma luz para os gentios, para abrir os olhos aos cegos, para libertar da prisão os cativos e para livrar do calabouço os que habitam na escuridão.”
Pergunta 2: Como a Bíblia descreve o anúncio da missão mundial, universal, de Cristo?
1. Em Seu nascimento: Os anjos anunciaram paz na terra entre os homens, Lucas 2:8-14.
2. No seu Batismo: João Batista, referindo-se à missão de Jesus, disse que toda carne veria a salvação de Deus, Lucas 3:3-6.
Pergunta 3: Entre Sua primeira aparição pública e Sua crucifixão, Jesus concentrou Seu ministério quase exclusivamente nos judeus, e especialmente na Galileia, por quê?
Atos 10:39, Atos 1:8. Jesus desejava despertar o povo judeu para o lugar, o propósito e o papel que eles tinham na missão geral de Deus em favor da humanidade perdida.
Jerusalém continuaria sendo o centro, pelo menos por certo tempo. Contudo, o ponto de partida não mais seria o templo de Herodes localizado ali, mas os judeus convertidos a Cristo; eles haviam se tornado o templo vivo.
Princípio bíblico para o estabelecimento da missão:
1. Criar um centro a fim de estabelecer uma base geográfica e cultural forte e estável.
2. O desenvolvimento para fora, a partir do centro, numa extensão cada vez mais ampla.
II. A Grande comissão
Pergunta 4: Em que consistiu a grande comissão? Mateus 28:18-20

Pergunta 5: Como e onde os discípulos fiéis ao mandato executaram a grande comissão?
Paulo pregou na costa norte do Mediterrâneo; Filipe trabalhou em Samaria. Segundo uma antiga tradição cristã, Mateus viajou para a Etiópia e Tomé para a Índia
Aplicação:
Temos incluído o cuidado físico e espiritual em nossa missão de fazer discípulos? Como evitar o perigo de, por um lado, acabar pregando apenas um “evangelho social” e, por outro, nos concentrar apenas na salvação individual? Deus nos chama a pregar um evangelho completo e equilibrado.

Criatividade:
Não precisamos viajar a terras distantes para pregar o evangelho, perto de nós há grupos de pessoas, bairros inteiros, vizinhos nossos que nunca ouviram de Jesus. Todo o necessário é ter o mesmo sentimento de Jesus pelos perdidos. Lembrando que no discipulado não existe concorrência nem substituto. No lugar onde você está é chamado a cumprir a missão.