Detalhes

Bíblia, Escola Sabatina
2 anos atrás

Motivação:
Auschwitz. Apenas sua menção é um lembrete desagradável de quão longe pode chegar a infâmia humana. É sinónimo de inferno, condenação, norte, dor, sofrimento. Seu lugar na história se destaca por haver sido o principal centro de extermínio da Alemanha nazista, no qual mais de um milhão de pessoas, principalmente de ascendência judia, pereceram entre seus muros ameaçadores.

Witold Pilecki, um membro do exército secreto polonês, cansado de ver que milhares de judeus eram levados a Auschwitz, se propôs entrar e averiguá-lo. Ele se fez passar por judeu e foi capturado pela Gestapo junto a outras duas mil pessoas. Tatuaram o número 4859 em seu antebraço. Lá, ele descobriu os horrores do inferno. Pilecki foi maltratado, torturado, humilhado. Ele se tornou um repórter clandestino do horror. Em 26 de abril de 1943, ele escapou levando sob a roupa documentos que provavam as atrocidades de Auschwitz.
Salvando as distâncias históricas, quando Jesus transpassou os muros da cidade de Jerusalém durante a Páscoa no ano 31, era como se houvesse entrado em uma espécie de lugar de extermínio ou campo de concentração. Em Jerusalém, tiraram-lhe a vida, e Cristo sabia qual seria o seu destino. Porém, não há Herodes que possa destruir o ideal que Deus Se havia proposto, a salvação do homem.

Foco: Reconhecer que Jesus entrou em Jerusalém não em busca de um trono mundano, mas para revelar a verdadeira missão do Messias: mostrar o significado do reino de Deus e Seu sacrifício pelos pecados do mundo.
Compreensão:
I. Seus últimos dias em Jerusalém – Lucas 19:41.
Pergunta 1: Por que Jesus chorou sobre Jerusalém?
Lucas 9:51 (OUTRA ETAPA DO LIVRO) – Para ir a Jerusalém.
Lucas 19:28-40 – Entrada triunfal (Zc 9:9)
Lucas 19:46 – purificou o Templo (Mt 21:12-17; Mc 11:15-19)
João diz que houve outra purificação (Jo 2:13-25).
Duas purificações: uma em 28 dC e outra em 31 dC.

Pergunta 2: Qual é a diferença entre a Páscoa e a Ceia do Senhor?
Jesus estabeleceu a Ceia do Senhor em uma Páscoa.
Lucas 22:14-23
É a visão de uma família reconciliada, o propósito máximo da Cruz.
Jesus estabeleceu a mesa do companheirismo.
1 Coríntios 10:17 =somos um corpo…
Efésios 2:14 , 19.

Aplicação:
1. Quando Cristo celebrou essa ordenança com Seus discípulos, convenceu o coração de todos, menos o de Judas. Assim, devemos nos deixar convencer quando Cristo fala ao nosso coração. As fontes da alma serão abertas e quebrarão cada barreira que tem causado desunião.

Criatividade:

Quando Jesus nasceu, sábios do Oriente foram tocar as portas de Jerusalém, fazendo a comovente pergunta: “Onde está o recém-nascido Rei dos Judeus?”

Muita gente virá e nos perguntará: “Onde está Deus?”
Temos uma resposta para dar.
Que esta semana saiam de sua boca mensagens de esperança para aqueles que perguntam sobre Deus.