Detalhes

Bíblia, Escola Sabatina
11 meses atrás

Baixe e compartilhe o Auxiliar da escola Sabatina I Trimestre 2014 – “Discipulado”.

Os grandes objetivos da Escola Sabatina

Há considerável evidência de que, no final do século XIX, a Escola Sabatina estava
claramente engajada em mais do que no estudo da Escritura, mas havia se expandido no que
a Seventh-day Adventist Encyclopedia define como o eterno objetivo duplo da Escola Sabatina:
o estudo da Bíblia e o discipulado cristão. Já no início de 1883, Ellen G. White escreveu
na The Review and Herald: “A Escola Sabatina é um ramo importante da obra missionária,
não somente por que ela dá a jovens e idosos o conhecimento da Palavra de Deus, mas porque
desperta neles amor por suas verdades sagradas, e um desejo de estudá-la por si mesmos;
acima de tudo, ela lhes ensina a regularem a vida pelos santos ensinos que lhes ministra”.
“O objetivo da obra da Escola Sabatina”, escreveu a Sra. White, “deveria ser a colheita de
almas”. Seu conselho foi que esse esforço deveria se expressar no serviço interno e externo
e no testemunho. O termo “agência de conquista de almas” aparece frequentemente em
seus escritos como uma forma de descrever os devidos alvos da Escola Sabatina. Ela incentivou
o treinamento de obreiros cristãos para a ação missionária.
Em 1974, o Departamento da Escola Sabatina reestudou e redefiniu seus objetivos,
como segue: A Escola Sabatina foi desenvolvida para ensinar o evangelho de Jesus
Cristo em resposta à ordem de Jesus e no contexto das três mensagens angélicas. Fiel a seu
propósito original, a Escola Sabatina segue transmitindo as boas-novas com o objetivo de
conquistar, conservar e treinar para Jesus Cristo, homens e mulheres, jovens, meninos e
meninas, no mundo inteiro. Esse objetivo é cumprido através das seguintes quatro áreas:

  1. Ênfase na fé (Estudo diário);
  2. Ênfase no companheirismo (Discípulo);
  3. Ênfase na comunidade (Integração);
  4. Ênfase no mundo (Missão).

Uma pesquisa realizada em 2006 informou sobre a tradução da Lição de Adultos
da Escola Sabatina para mais de 80 línguas, certamente provendo uma das mais atraentes
influências de todas para a unidade da Igreja mundial.

Agora que a igreja já avança pelo século XXI e está comemorando seu 150º aniversário,
com o firme conhecimento de que o fim certamente se aproxima, está decidida,
mais do que nunca, a preparar e mobilizar totalmente os 22 milhões de membros de sua
Escola Sabatina para toda uma vida de discipulado, no cumprimento de sua missão de
partilhar o amor de Deus para a “colheita de almas”.