Detalhes

Associação Ministerial, Datas Especiais, Liberdade religiosa
4 anos atrás

Introdução

Um ano após a proclamação da república francesa, em 20 de Setembro de 1793, um matemático chamado Gilbert Romme apresentou sua proposta para um calendário totalmente novo. Foi posto em prática durante 13 anos e é conhecido como o “Calendário Revolucionário Francês”.

Cada mês tinha 30 dias, divididos em três décadas (semanas) de 10 dias cada uma. Cada dia “métrico” estava dividido em 10 horas que tinham 100 minutos de 100 segundos cada um.

Os 10 dias da década chamavam-se: primidi, duodi, tridi, quartidi, quintidi, sextidi, septidi, octidi, nonidi e décadi. O décadi era o dia de descanso dos trabalhadores.
Este calendário tinha características marcadamente antirreligiosas e passou a basear-se apenas nos fenômenos da natureza. A revolução desejava retirar todo e qualquer vínculo das coisas de Deus na vida dos franceses.

O povo francês teve grande dificuldade para adaptar-se ao novo calendário, especialmente à semana de 10 dias. A produtividade diminuía ao final da longa “semana” e os problemas de saúde física e mental aumentavam. Foi abolido em 1805. O povo não aguentava mais!

….